Salesianos São Carlos

vídeos

A trajetória de Dom Bosco

  1. iniciar / pausar o vídeo
  2. sem som / com som no vídeo
  3. voltar e parar vídeo

A vida dedicada à educação de jovens em situação de risco, até parece que estamos falando de um projeto novo na região, mas não é nada disso não. Na verdade nós estamos falando de Dom Bosco.

O Santo da igreja católica ficou conhecido por acreditar na juventude. Por isso, investia na educação e na capacitação profissional.

Inclusive Iara, o método pedagógico criado por ele permanece atual e ainda ajuda muita gente.

Sentimentos expressados com tinta e espátula. A arte tomou o lugar do que era ocupado por crimes e drogas.

"Era visto como um traficante, um ladrão", diz adolescente atendido pelo Salesianos.

Chance que veio pelo projeto social realizado pelo Salesianos em São Carlos. Aqui, o adolescente de dezesseis anos conquistou respeito.

"Agora sou visto como um cidadão né", diz adolescente de dezesseis anos.

O mesmo é feito com dezenas de jovens em situação de risco. Os alunos de marcenaria vão para a oficina no horário oposto ao da escola. A mudança veio rápida. O que você já sabe fazer?

"Guarda-roupa, caixinhas de MDF", diz menino atendido pelo Salesianos.

E seus planos?

"Ter um bom emprego e poder ajudar em casa com a minha família", diz menino atendido pelo Salesianos.

A Congregação dos missionários salesianos foi fundada em 1859, na Itália, por Dom Bosco. Filho de humildes camponeses, tornou-se padre. Dedicou a vida para educação dos jovens. Permaneceu em Turim onde fundou o oratório de São Francisco de Sales. Depois vieram, uma escola profissional, um ginásio e um internato. Dom Bosco foi canonizado em 1934.

Dom Bosco foi além. Há mais de um século, criou uma maneira diferente de educar. Na época, a industrialização provocava grandes mudanças da sociedade e o jovem já precisava de qualificação. O trabalho de importância social nunca parou. As desigualdades continuam. Talvez sejam bem maiores que no passado. O desafio é oferecer um novo caminho com cada vez mais envolvimento do educador.

"Dom Bosco dizia que o educador, a presença forte do educador, que se impõe não pela autoridade, mas pela confiança, pelo amor, ela é fundamental para criar a ele, criar nos jovens, esperança, perspectiva de futuro, uma referência de um adulto equilibrado na própria pessoa do educador", diz padre Agnaldo Soares Lima, coordenador do Salesianos São Carlos.

Para o pesquisador Paulo de Tarso, a responsabilidade não está só nas mãos dos professores.

"Uma geração adulta tem que ter aquilo o que dizer para esse jovem e mostrar a ele o que fazer. Eu acho que na nossa geração, ela se omite muito nisso", diz Paulo de Tarso Gomes, professor com Mestrado em Educação pela UNISAL.

Chegou agora há pouco em São Carlos a Urna-relíquia com os restos mortais de Dom Bosco. A Relíquia está colocada dentro da urna que reproduz a imagem do Santo em tamanho natural e chegou a cidade acompanhada de vários ônibus cheios de fiéis e crianças. A peregrinação começou em junho na Itália e faz parte das celebrações pelo bicentenário do nascimento de Dom Bosco que será comemorado em 2015. A urna vai passar por 130 países. Na América do sul, a Relíquia já passou por Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai. Daqui a pouco, às duas da tarde a Relíquia fica esposta para visitação no Salesianos de São Carlos. Às três, vai para a Catedral onde terá uma missa às quatro e meia. A peregrinação continua amanhã em Piracicaba.

Voltar para o topo